Evite forros PVC e isopor

Evite forros PVC e isopor

  • 04 de Dezembro de 2017

O forro de PVC e Isopor são materiais combustíveis cujo processo de combustão libera fumaça tóxica, portanto estes materiais nunca deveriam ser utilizados em ambientes onde é previsto a concentração de pessoas, tais como igrejas, teatros, auditórios entre outros. No Brasil não há uma legislação nacional proibindo o uso destes materiais, porem cada estado da federação tem sua própria normativa que diz respeito ao controle de materiais de acabamento e revestimento. Alguns estados proíbem o uso, enquanto outros permitem o uso com restrição de retardante combustível.

INCÊNDIO

Como não há consenso entre as autoridades temos que agir com bom senso! Convido a todos para uma reflexão rápida, tomando como ponto de partida para nossa análise uma tragédia da história recente no Brasil, o caso da creche em Janaúba-MG que foi incendiada. O incêndio poderia ter proporções menores se não fosse de PVC, as fotos revelam como ficou o forro da creche durante o incêndio. Veja as fotos do forro de PVC queimado no link a seguir:

http://www.correiobraziliense.com.br/app/galeria-de-fotos/2017/10/05/interna_galeriafotos,6530/5-10-tragedia-em-creche-em-minas-gerais.shtml

ACÚSTICA

O forro de PVC e Isopor não contribuem na acústica da igreja, pelo contrário eles aumentam a reverberação tornando o som com característica de embolado, confuso e difícil de ser compreendido. Isto ocorre porque estes materiais possuem superfície dura e lisa, de maneira que o som ao tocar a superfície acaba sendo refletido novamente para dentro da nave da igreja, gerando múltiplas reflexões piorando drasticamente a qualidade sonora.

CALOR

As coberturas do teto das igrejas no Brasil geralmente são de telhas sem proteção térmica, em dias ensolarados o calor acaba sendo irradiado para dentro da igreja tornando mais quente o ambiente. Forros de PVC e Isopor não conseguem bloquear o calor produzido pela cobertura, a consequência direta é o aumento da temperatura na nave da igreja causando desconforto para os participantes, observamos ainda o aumentando do consumo da energia elétrica/máquinas de ar-condicionado para manter o ambiente em temperatura agradável.  

DICA EXTRA :

- Usar gesso no forro não é aconselhável pois também causa reverberação.

O forro é o principal elemento da construção de qualquer igreja, sendo o grande responsável pela acústica, térmica, iluminação e design/visual do templo.  Negligenciar o projeto do forro causará transtornos irreparáveis à igreja. É possível afirmar que o forro contribui com 80% da funcionalidade da igreja, ou seja, se não for projetado corretamente o templo será reverberante, quente, mal iluminada e sem qualquer apelo estético/visual.

O forro da Liberty Engenharia são acusticamente eficiente para ser aplicados em igrejas, não são combustíveis e não irradiam calor para dentro da igreja.

Veja as outras dicas postadas:

Dica 2:O que você precisa saber sobre o forro acústico para Igreja

Dica 3: Dicas para amenizar o ECO e Reverberação

Por: Liberty Engenharia
Material técnico

Atendemos em todo o Brasil

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed eius mod tempor
incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Fale Conosco

Vamos conversar
sobre seu projeto?

Está buscando ajuda para seu projeto?

(19) 3028-0696
Clientes Liberty Engenharia

A Opinião de Nossos Clientes